sábado, 10 de março de 2012

As Danças Circulares Sagradas e o Elemento Feminino

O contato com o elemento feminino nas Danças Circulares Sagradas é muito interessante!

Numa roda todos ocupam uma posição solidária. Estão todos lado a lado compartilhando aquilo que cada um tem de melhor em si. Apoiados pelas mãos ou pelos ombros e reunidos em torno de um centro as pessoas criam coragem para expressarem quem realmente são. Acertar o passo é importante, mas fundamental é deixar fluir. Sentir e compartilhar. Vivenciar a experiência microcósmica de encontrar o eixo, respeitar o próximo, sentir a energia em movimento. Eu Sou a Luz em movimento - já diziam os sábios mestres. Dançando percebemos essa verdade, pois a dança nos convida à nos entregarmos ao fluxo de uma melodia.

É um caminho para a manifestação da essência quando vivenciada na sua plenitude. Contrair para descontrair - respirar... É preciso mais do que somente executar uma coreografia. Estamos falando de transpiração. Expirar - respirar - transpirar - a leveza se atinge quando permitimos entrar em contato com o macrocosmos. Renunciamos aos nossos egoísmos e nos permitimos experimentar a liberdade, a celebração, a ordem, a união. Já não são apenas passos... São propósitos!

Um comentário:

  1. Agradeço a presença de todas as participantes da oficina Polaridades II - estava MARAVILHOSO! Abraço dançante!!! Carol.

    ResponderExcluir